Café, a fruta mais saudável

A bebida que é preferência nacional de vilã virou a mocinha da história

Por Especialista - publicado em 08/10/2008


Através de uma boa nutrição, o ser humano é capaz de ter um organismo saudável e desempenhar um papel útil na sociedade. A nutrição é a principal responsável por doenças como obesidade, infarto, câncer, hipertensão arterial, diabetes e cálculos da vesícula, dentre outras. Todos sabem que alimentos com baixo teor de colesterol, rico em fibras e com poucas calorias e frutas ricas em antioxidantes são os mais saudáveis. Mas dentre todos os alimentos e bebidas consumidas na atualidade, uma planta se tornou a mais importante do planeta o café.

Diariamente, mais de um bilhão de pessoas 20 % da humanidade toma café, tornando esta fruta e suas sementes torradas e moídas no mais importante comércio legal de produtos naturais do planeta, depois do petróleo. A ciência moderna está descobrindo que através da dieta é possível prevenir uma série de doenças e prolongar a nossa vida. E nenhuma outra planta esta recebendo tanta atenção para isto como o café.

De vilão no passado o café esta sendo demonstrado como o hábito mais saudável e recomendado para todo ser humano, desde a infância até a velhice.

Apenas no ano de 2007 o café foi a planta com maior número de publicações positivas na área médica em todo o mundo, o que contrasta com 20 ou 30 anos atrás, quando liderava as críticas negativas. Mas mesmo assim a humanidade escolheu esta bebida como sua preferida, depois da água.

Como escreveu o grande Mahatma Gandhi: Os covardes são incapazes de reconhecer o valor ou de dar amor, isto é para os corajosos.

Certamente com ajuda do café a maioria dos centros de pesquisas do mundo esta confirmando os benefícios do consumo diário e moderado de café.

Apenas no ano de 2007 dezenas de artigos científicos foram publicados mostrando diversos efeitos benéficos do café, como proteção do fígado (efeito hepatoprotetor) contra a hepatite, cirrose e câncer de fígado conforme pesquisas do Instituto de Pesquisas Farmacológicas Mario Negri de Milão, Itália, a Divisão de Epidemiologia Nutricional do Instituto Karolinska de Estocolmo, Suécia, o Departamento de Medicina Preventiva da Universidade de Nagoya no Japão, o Departamento de Farmácia da Universidade de Chosun, na Coréia do Sul, o Departamento de Medicina da Universidade de British Columbia, Vancouver, Canadá e o Conselho Superior de Investigações Cientificas do Instituto del Frio, Madrid, Espanha.

Mais pesquisas confirmam a hipótese de que o café não faz mal ao coração, mas pode fazer bem conforme estudos feitos no Departamento de Medicina da Universidade de Florença, Itália e no Departamento de Química da Universidade de Scranton, Philadelphia, USA.

Outros estudos confirmam que o café é rico em fibras e benéfico para a flora intestinal conforme dados do Instituto de Bioquímica da Universidade de Hamburgo, Alemanha.

Dados de que o café é rico em antioxidantes aumentam a cada dia conforme a Escola de Ciência de Alimentos da Universidade de Reading, Inglaterra e a Escola de Farmácia da Universidade de Navarra, Espanha.

O café pode até ser usado como inseticida segundo a Faculdade de Ciências Exatas e Naturais de Medellín, Colômbia.

O café também é benéfico para o glaucoma segundo a Clínica de Olhos da Universidade da Basiléia, Suíça, para os rins conforme o Departmento de Medicina da Universidade de Messina, Itália e para o blefarospasmo (tremor das pálpebras) segundo a Universidade de Bari, Itália.

O café não apenas é seguro para gestantes segundo o Departamento de Saúde do Estado de Nova Iorque e o Instituto Linus Pauling da Universidade de Oregon, EUA, mas indicado para a diabetes gestacional segundo a Universidade de Washington, EUA.


Enquanto que os refrigerantes prejudicam os dentes, o café não tem este problema segundo a Faculdade de Odontologia da Universidade de Louisiana, EUA.

E tem mais: o café e benéfico para a gota segundo o Centro de Pesquisas da Universidade de British Columbia, Vancouver, Canadá e a cada mês aumentam os dados confirmando que o café previne a doença de Parkinson segundo o Instituto Nacional de Saúde de Helsinki, Finlândia além de prevenir o câncer de mama conforme a Universidade de Toronto, Canadá, o câncer de cólon segundo a Universidade de Ferrara, Itália e a diabetes do adulto segundo a Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, EUA, além de melhorar a memória e prevenir a doença de Alzheimer, conforme médicos do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade e Córdoba na Espanha.

E o futuro promete mais novidades....e pensar que tudo começou no Brasil com pesquisadores da UFRJ ( Prof. Luis Trugo e Prof. Darcy Lima) onde sobra coragem para fazer pesquisas de coisas bem brasileiras...como o café.



Saiba mais sobre o assunto com a Bibliografia utilizada.



Prof. Dr. Darcy Roberto Lima, M.D, Ph.D. Médico pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, UFCSPA, RGS
Mestre e Doutor (Ph.D.) em Medicina, Faculdade de Medicina do Royal Hospital of St. Bartholomew, Universidade de Londres, Inglaterra Pós-Doutorado em História da Medicina, British Medical Association, Londres, Inglaterra Professor de Farmacologia Clínica e História da Medicina, INDC, UFRJ

Para saber mais, acesse: www.indc.ufrj.br  www.cafeesaude.com.br 



Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

 Darcy Lima

Escrito por:

Darcy Lima

Farmacologia clínica

Ajudou 308 pessoas


Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."