Uso abusivo do computador causa desconfortos visuais e posturais

Passar duas horas por dia na frente do computador já é um risco à saúde

Por Especialista - publicado em 06/08/2010


O Brasil registrou 66,3 milhões de brasileiros com acesso à web em 2009, considerando conexão em casa, no trabalho e em locais públicos, informou o Ibope Nilsen Online. O número de internautas ativos no Brasil atingiu 36,6 milhões em dezembro. Nesse mesmo período, o Brasil registrou uma média de 44 horas mensais navegadas, superando Estados Unidos (40 horas), Austrália (39 horas) e França (38 horas), ficando novamente na liderança de médias de navegação.

Com tanto tempo diante da tela do computador, o mais provável é que os sintomas da Síndrome de Visão de Computador (CVS) - olhos irritados, vermelhos, coceira,olhos secos ou lacrimejamento, fadiga, sensibilidade a luz, sensação de peso nas pálpebras ou da fronte, dificuldade em conseguir foco, enxaquecas, dores lombares e espasmos musculares - apareçam como resultado de condições externas relacionadas à tela do computador (falta de iluminação, má localização da iluminação, posição imprópria do monitor e tela suja) - e a problemas oculares pré-existentes: miopia, hipermetropia, presbiopia. Os hábitos inadequados de uso do computador, por horas sem descanso, também integram esta lista. 

A Ergoftalmologia, campo da Oftalmologia do Trabalho, procura prevenir acidentes oculares. No campo da Ergonomia, seus esforços buscam adaptar o ambiente de trabalho à visão humana, proporcionando conforto visual ao usuário do computador. Todos os esforços que visam prevenir o aparecimento da CVS são válidos, pois qualquer pessoa que passe aproximadamente duas horas por dia em frente ao computador apresenta o risco de desenvolver essa síndrome. 

Para prevenir a CVS

As condições do ambiente de trabalho ou do doméstico como umidade relativa do ar, ventilação, temperatura e iluminação podem afetar diretamente a qualidade de vida das pessoas. Algumas providências podem ser tomadas relativas aos cuidados com os olhos e com a postura corporal, durante o uso de computadores, leituras prolongadas ou tarefas repetitivas, nos diferentes ambientes. Conheça algumas destas medidas preventivas:

Computador e ar-condicionado

O uso do ar condicionado deixa o ambiente causa secura nos olhos, na garganta e no nariz. Isso leva à ardência nos olhos, lacrimejamento, visão dupla ou borrada e sensação de areia nos olhos. Todos esses sintomas são piorados porque o número de piscadas por minuto diminui quando estamos lendo algum texto no computador.

Além do ar condicionado, outras condições também podem determinar o aumento da evaporação da lágrima como correntes de ar e ventiladores mal posicionados. Por isso, o ambiente de trabalho ou doméstico deve ser planejado antecipadamente, ou deve ser alterado quando detectados esses problemas. 

Luz no lugar certo

Qualquer tipo de luz que atinge a tela do computador por trás do usuário, determina deslumbramento e dificulta a visualização. Luz que incide em direção lateral ao usuário interfere no campo visual, o que pode determinar desconforto, cansaço e dor no final da jornada de trabalho e, até mesmo, olho vermelho. A iluminação do ambiente deve ser homogênea e controlada, seja, o local deve estar iluminado por igual. 

Alinhe sua postura

Durante a utilização do computador, a cabeça deve seguir o alinhamento da coluna vertebral, que deverá estar reta e encostada na cadeira. O material utilizado como apoio deve estar em local de fácil visualização, ao lado do monitor ou próximo a ele, evitando, assim, movimentos bruscos com os olhos. 

Posição da tela

"Olhos secos, lacrimejamento, fadiga, sensibilidade a luz, sensação de peso nas pálpebras ou da fronte, dificuldade em conseguir foco e enxaquecas são sintomas de CVS"

O olhar do usuário do computador deve estar ligeiramente voltado para baixo, entre 15° a 25°. Assim a pálpebra protegerá boa parte da superfície ocular, diminuindo sua exposição e melhorando a lubrificação dos olhos. A má postura ocular pode causar lacrimejamento, fotofobia, coceira nos olhos, cansaço visual, dor ocular, sensação de areia, olhos vermelhos, olheiras, bolsas embaixo dos olhos, dores de cabeça e irritabilidade. 

Não coma perto do teclado

Não se deve comer durante o trabalho perto do computador. Migalhas podem cair no teclado e contaminá-lo. Existem bactérias que são comuns ao teclado e ao mouse do computador que podem contaminar mãos e, posteriormente, olhos e boca, causando as mais variadas infecções. Se o computador for compartilhado com mais pessoas, a limpeza deverá ser ainda mais constante.

Antes de iniciar seu dia de trabalho, passe uma flanela ligeiramente umedecida ou com produtos próprios para a limpeza de computadores, em todo o teclado, no mouse e na tela. Antes de se dirigir ao computador, a deve-se lavar as mãos para deixá-las sem resíduos de gorduras ou alimentos. 

Lembre de piscar

Após horas de trabalho, o piscar reflexo diminui, sem que a pessoa perceba. Durante o trabalho, coloque um lembrete, como, por exemplo, "piscar" em algum cantinho do monitor. Assim você estará se policiando e piscando mais vezes, evitando o "olho seco". Em atividades normais, os olhos piscam, em média, 22 vezes por minuto, enquanto que, quando estão em atividade de leitura, piscam de 12 a 15 vezes por minuto. Quando se está diante da tela do computador, essa freqüência pode abaixar até para cinco vezes por minuto. 

Use colírio

O uso de lubrificantes oculares, sempre sob supervisão médica, três ou quatro vezes ao dia, mantém a lágrima estável, aumentando o conforto durante o dia. Para os usuários de lentes de contato, esse conselho é ainda mais importante. Eles devem lubrificar mais vezes os olhos, quando em frente ao computador, em leitura continuada ou em trabalhos repetitivos, para evitar problemas de ressecamento ocular. Manter as lentes de contato limpas e higienizadas deve ser uma rotina. Dessa forma, quando bem indicadas e usadas de acordo com as orientações médicas, seus olhos serão preservados de possíveis complicações. 

O mesmo vale para leptops

Sobre o uso de laptops: para não acarretar problemas visuais e posturais, o computador portátil deve ser utilizado da mesma maneira que os computadores fixos de mesa. Nada de computador no colo, na cama ou na mesa de cabeceira. 

Faça uma pausa

Recomenda-se que, a cada 50 ou 60 minutos, o usuário de computador dê uma parada por cinco minutos. Este tempo deve ser empregado para esticar as pernas, fazer ligeiros alongamentos dos braços, do pescoço e do tronco. Dirija seu olhar para um local distante, através de uma janela, por exemplo. Assim a musculatura ocular também poderá trabalhar, evitando a fadiga dos olhos. 



Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."