Halitose é uma ameça para auto-estima

Não há evidência de que o mau hálito seja causado por problema gástrico

Por Especialista - publicado em 22/10/2009


Um problema que afeta muito a auto-estima das pessoas, e consequentemente a vida social. Mas, afinal, o que é halitose? O problema é um sinal ou sintoma (e não doença), que sinaliza que algo no organismo está em desequilíbrio. É sinônimo de mau hálito, ou seja, quando apresenta odor ofensivo ao olfato humano. Causas mais comuns: fatores alimentares (alho, cebola, bebidas estimulantes como o café), uso de substâncias com álcool (inclusive soluções para bochecho com álcool), fumo, drogas em geral, estresse intenso, baixo consumo de água, jejum prolongado, dentre outros.

Há doenças mais comuns envolvidas como: doença periodontal (de gengiva), sinusite, amidalite, prisão de ventre acentuada, refluxo gastroesofágico, diabetes, patologias que alteram a quantidade e qualidade da saliva, dentre outras. A xerostomia (diminuição da salivação), por exemplo,que pode ser causada por medicamentos, também é outra causa.

Halitose: Mitos e Verdades!

Mau hálito é curável em 99% das pessoas. Há pessoas com mais propensão do que outras. Mas, mesmo as mais predispostas conseguem acabar com ele.

A causa do mau hálito é problema no estômago ou outro problema gástrico. Mito ou Verdade? MITO. Não há evidência de que o mau hálito seja causado por problema Gástrico. A hipótese de a bactéria Helicobacter pilori no estômago ser a causa do mau hálito não foi testada de forma apropriada.

O mau hálito não tem cura, é da pessoa. MITO. Mau hálito é curável em 99% das pessoas. Há pessoas com mais propensão do que outras. Mesmo as mais predispostas ao mau hálito conseguem acabar com ele. Somente precisam de uma avaliação e orientação profissional. É normal ter mau hálito.

É um problema que todo mundo tem. MITO: Existem dois tipos de mau hálito: 1. A pessoa que tem mau hálito quase todos os dias, durante grande parte do dia (halitose crônica) e 2. A pessoa que tem mau hálito esporadicamente, em um determinado momento do dia, principalmente logo após acordar, quando fica muito tempo sem comer ou quando fica tensa (mau hálito esporádico). Ambos tem tratamento.

A causa do mau hálito é a falta de limpeza dos dentes.
MITO. Quase nunca o mau hálito é causado pela falta de limpeza dos dentes. A maioria das pessoas que tem mau hálito limpa os dentes com bastante freqüência, mas de forma inadequada. A saburra lingual (um depósito de bactérias e células, amarelado ou esbranquiçado em cima da língua) muitas vezes é a fonte principal de enxofre, causador do mau hálito.

Todos os produtos (enxaguatórios bucais) para combater o mau hálito são iguais. MITO. Há produtos no mercado com pouco ou nenhum efeito sobre o mau hálito, outros com algum efeito e ainda outros muito eficazes. Atualmente já existem substâncias químicas que reagem com os compostos voláteis de enxofre, neutralizando o seu odor por 8 horas ou mais. Existem substâncias que eliminam grandes quantidades de bactérias que causam o mau hálito, reduzindo extraordinariamente o mau hálito. Esse julgamento se baseia na análise da evidência científica, e não no material de divulgação da indústria. 



Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Mais sobre:

 Carla Andréa Lino

Escrito por:

Carla Andréa Lino

Dentista

Ajudou 1434 pessoas


siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."