Aumente os músculos de maneira saudável

Alimentação e prática de exercícios na forma correta ajudam a prevenir lesões

Por Fernando Menezes - publicado em 18/08/2011


Em busca de um corpo mais definido, muitas pessoas passam horas na academia diariamente. Mas, para construir músculos de maneira eficiente, é preciso fazer mais do que musculação com frequência. "Na verdade, fazer exercícios todos os dias é prejudicial aos músculos. Quem está tentando trabalhar a musculatura deve se cuidar antes, durante e depois da atividade física", explica o fisiologista Givanildo Matias, diretor da academia Test Trainer.

Algumas dicas podem ajudar na hora de construir músculos de maneira saudável. Confira os cuidados que ajudam a evitar lesões e fazer o treino render mais. 

de 7

Bicicleta - Foto Getty Images

Pegue leve no início

Quem nunca fez exercícios, precisa começar devagar. Tentar ganhar músculos logo nas primeiras semanas de treino pode ser um erro, já que o corpo precisa se acostumar primeiro com a prática de atividade física.

"O melhor jeito de ter certeza de que os músculos estão sendo exercitados de maneira adequada é ter sempre o acompanhamento de um profissional. É ele quem vai mostrar quais exercícios podem ou não ser feitos, de acordo com as características de cada pessoa", explica o fisiologista Paulo Correia.

Uma boa dica para quem está começando a praticar atividade física é buscar exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida, bicicleta e pilates, para melhorar o condicionamento físico antes de exercícios mais intensos.

Segundo Paulo Correia, um trabalho de resistência muscular, onde há mais repetições que carga elevada é o mais indicado no início do trabalho. Isto dará maior estrutura esquelética e muscular para as próximas fases do treino. 

Abdominal - Foto Getty Images

Não esqueça o aquecimento

Antes de qualquer exercício, fazer - no mínimo - 10 minutos de aquecimento é essencial. Dessa forma, os músculos já estarão oxigenados e irrigados antes mesmo da prática do exercício em si, o que melhora o funcionamento deles e previne lesões.

Alongamento - Foto Getty Images

Alongue-se ao terminar

Segundo o fisiologista Givanildo Matias, o alongamento após o treino é essencial para que o músculo se recupere do esforço feito, além de realinhar as fibras musculares que foram usadas durante a musculação. 

Descanço- Foto Getty Images

Descanse os músculos

É importante não sobrecarregar os músculos com dias seguidos de exercícios. "Em geral, 24 horas são suficientes para que haja uma recuperação dos músculos. Mas se o trabalho for excessivo, o ter mais tempo de recuperação deve ser um pouco maior. Por isso o acompanhamento de um profissional é muito importante", explica o fisiologista do esporte Paulo Correia, da Unifesp.

Esse cuidado deve ser dobrado com os músculos abdominais, já que, se sobrecarregados por muitas séries de abdominais em dias seguidos, podem ficar semanas lesionados. 

Shake - Foto Getty Images

Cuidado com os shakes de proteínas

De acordo com Paulo Correia, se bem utilizados, a suplementação com proteínas pode ser usada. "Depende de avaliação de treino, alimentação, estado de saúde. Mas a suplementação pode figurar e auxiliar no processo de ganho de massa muscular", diz o fisiologista.

No entanto, uma pessoa que substitui as suas refeições por shakes de proteína e mantém o ritmo de treino, gasta as suas reservas de glicose do organismo, perde massa muscular e corre o perigo de ficar desnutrida ou ter uma crise glicêmica.  

Alimentação - Foto Getty Images

Alimentação

Além dos exercícios, a alimentação pode ser usada como aliada na hora de construir músculos de modo saudável. "Uma alimentação deficiente ou desregrada pode afetar diretamente o rendimento e o resultado de um treino, principalmente pelo consumo deficiente ou exagerado de carboidratos momentos antes da prática física", explica a nutricionista Maria Luiza Bellotto, especializada em Nutrição Esportiva.

 O consumo de proteínas torna-se ainda mais importante quando a pessoa está passando por um período de treino. "As proteínas têm a função de reparar as microlesões, que ocorrem como um processo fisiológico normal quando se pratica atividade física, e proporcionar a regeneração e a formação de novas células musculares. Elas também têm papel fundamental na formação de hormônios em geral e no transporte de nutrientes pelo corpo", explica Maria Luiza.

Além das proteínas, é importante consumir vitamina B12, magnésio, potássio e cálcio. Dentre os principais alimentos que são fontes desses nutrientes estão o azeite, gema de ovo, carne vermelha, abacaxi, soja, cereja, espinafre, agrião e brócolis.  

Perder peso - Foto Getty Images

Fique atento à gordura

Lembre-se: ter muitos músculos não é sinônimo de boa saúde. Além de ganhar massa muscular, é preciso se livrar da massa gorda, para ficar mais protegido de doenças como obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares.

Por mais que a musculação ajude a perder peso, exercícios aeróbicos são mais eficientes para esse fim. "A parte estética também é influenciada. Muitas pessoas com músculos trabalhados, acabam não aparentando, já que possuem uma camada de gordura que esconde os músculos", diz o fisiologista Paulo Correia.  

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."