Sete macetes para aumentar o pique no trabalho

Melhore o humor e a organização e mande o estresse para longe

Por Letícia Gonçalves - atualizado em 24/05/2013


Tem semanas em que a vontade é ficar na cama, com os pés para cima e sem compromisso nenhum. Mas o trabalho não dá trégua e o jeito é buscar alternativas para manter o ânimo e dar conta das tarefas profissionais. "É fundamental identificar essas armadilhas que nos pegam durante a rotina, desviando o foco e roubando o tempo", afirma a psicóloga Milene Rosenthal, do projeto Psicolink. Para terminar o dia sem esgotamento e aguentar firme a semana, algumas dicas de organização são o segredo. Uma equipe de especialistas sugere opções para você adotar e conseguir vencer o expediente - em vez de ser vencido por ele. 

de 7

Homem no celular e com uma agenda

Crie uma agenda diária com prioridades
Organização é palavra de ordem. "Quando o trabalho flui, você evita estresse, economiza tempo e poupa a mente de preocupações desnecessárias", afirma a psicóloga Glauca Lage, de Belo Horizonte (MG). Use a agenda para se manter pontual em todos os compromissos, eventos e reuniões e procure opiniões do chefe e dos colegas para definir o que é prioridade. Estar sempre com a sensação de que tudo está atrasado e acumulado é desmotivador. "A disciplina ajuda a vencer o excesso de trabalho e contribui para uma ótima imagem pessoal e, consequentemente, um destaque na profissional", diz a psicóloga.  

Mulher alongando o pescoço durante o trabalho - Foto: Getty Images

Faça pausas
Alguns minutinhos são revitalizantes e ajudam a manter um bom ritmo de trabalho. "Estudos comprovam que pequenas pausas durante o expediente estimulam o bem-estar do funcionário e otimizam o rendimento profissional", afirma a psicóloga Milene Rosenthal. Levante e dê uma volta no escritório, estique as pernas e converse um pouco.

Vale até praticar algum exercício, como a ginástica laboral oferecida por algumas empresas. Estudo publicado no periódico Journal of Occupational and Environmental Medicine mostra que esse tipo de atividade permite alcançar níveis de produção ainda mais elevados.  

Homem comemorando uma meta alcançada - Foto: Getty Images

Estabeleça metas possíveis
Pode ser motivador ter objetivos cada vez mais desafiadores, mas é preciso um limite pra que o efeito não vire o contrário. A psicóloga Milene afirma que todo indivíduo tem potencial para aprender e se superar, mas algumas empresas e lideranças, para atingir resultados elevados, exigem demais da equipe. "A frustração em não conseguir atingir a meta pode diminuir a autoestima e desencadear até mesmo doenças psíquicas, como a depressão", afirma. Procure conversar sobre a viabilidade de suas metas caso perceba que elas estão difíceis de serem alcançadas. 

Homem descansando no parque de uma cidade - Foto: Getty Images

Preserve os momentos de lazer
Perder os momentos de descanso e descontração para horas extras de trabalho pode ser extremamente perigoso à saúde e ao rendimento profissional. "É preciso ter um equilíbrio entre vida pessoal e profissional para que nenhuma saia prejudicada", afirma Glauca Lage.

Trabalhar 11 horas ou mais por dia pode dobrar risco de depressão e comprometer a disposição (Finnish Institute of Occupational Health, Finlândia), passar muitas horas sentado no trabalho aumenta risco de obesidade (Universidade de Montreal, Canadá) e expediente superior a dez horas diárias eleva as chances de problemas cardíacos (estudo publicado pelo European Heart Journal). 

Reunião de trabalho - Foto: Getty Images

Procure uma rotina de trabalho mais flexível
Pare para refletir sobre o dia a dia no ambiente de trabalho e a relação entre superiores e funcionários. O que poderia ser melhor? Em um estudo americano publicado no Journal of Health and Social Behavior, 608 empregados de uma empresa passaram por uma mudança de rotina: os empresários permitiram que os funcionários decidissem quando e onde trabalhar, com base em suas necessidades individuais e responsabilidades no trabalho, sem que tivessem que pedir permissão ou avisar aos seus gerentes. Como resultado, os empregados:

- Relataram dormir quase uma hora (52 minutos) além do costume;
- Melhoraram os hábitos saudáveis, pois se sentiram menos pressionados a trabalhar doentes e mais propensos a procurar um médico quando necessário, mesmo que estivessem atarefados;
- Organizaram melhor o tempo para executar as tarefas e reduziram o conflito entre trabalho e família.  

Mulher com excesso de solicitações - Foto: Getty Images

Saiba dizer não
É muito difícil manter o pique nas tarefas se a todo o momento houver interrupções de outras pessoas. "Há muitos colegas de trabalho que, mesmo nos vendo concentrados e ocupados, não resistem e acabam interrompendo quem está por perto", afirma Milene Rosenthal. Isso pode afetar a produtividade da equipe.

O ideal é avaliar se a solicitação é tão urgente a ponto de parar o que você está fazendo. Se não for, diga ao colega de forma educada que, após terminar sua atividade atual, você irá ajudá-lo. Também evite abraçar todas as tarefas que surgem sem realmente saber se dará conta. É melhor negar alguns compromissos do que ter vários mal cumpridos.  

Colegas de trabalho dando risada - Foto: Getty Images

Corra atrás do bom humor
Não adianta esperar que o mau humor vá embora sozinho. Procure dormir bem, relaxe, esvazie a mente de preocupações e permita-se errar e progredir diante de frustrações. Um estudo da Ohio State University College of Business e da Universidade da Pensilvânia (EUA), apontou quem começa o dia bem humorado se sente mais disposto e produtivo, tendo mais sucesso na jornada de trabalho.

Por que não procurar também momentos de risada e descontração dentro do ambiente de trabalho? De acordo com uma pesquisa da Universidade Bocconi (Itália), rir levanta o ânimo e favorece a imagem dos chefes perante os seus subordinados. Dos mais de 1.860 funcionários analisados, 98% disseram utilizar o humor para melhorar o ambiente de trabalho e 99% afirmaram que gostam da descontração para acelerar o ritmo das tarefas.  

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."