Depilação definitiva: conheça prós e contras do método a laser

Procedimento que pode impedir o aparecimento de pelos exige manutenção

Por Minha Vida - publicado em 13/01/2011


A depilação a laser pode ser chamada de definitiva, considerando que ela cauteriza a raiz dos pelos escuros e grossos impedindo aqueles folículos de produzir novos fios. Assim, reduz-se consideravelmente a quantidade deles. Entretanto, este tipo de método "não pode ser aplicado em mucosas ou em pessoas com doenças de pele como câncer e vitiligo, portadores de marca-passo e mulheres grávidas ou lactantes", explica a esteticista da clínica Laser Care de São Paulo, Barbara Romagnoli.

Quem tem manchas de pele ou sardas precisa passar primeiro por uma avaliação, pois dpendendo do caso, o laser não é o mais indicado. Também é recomendado que se entre ao menos na puberdade antes de iniciar um processo de depilação como este. 

Depilação definitiva: conheça prós e contras do método a laser

O método é simples, mas um pouco demorado. A onda do laser é atraída pelo pigmento escuro, que age como um condutor, levando o calor até a matriz do pelo. Sendo assim, tem pouco efeito sobre fios claros e pelos brancos, que não se aquecem o suficiente para serem destruídos. Costuma ser um pouco dolorido, como uma sensação de queimação, mas ainda é mais confortável que uma depilação com cera.

Para adotar este procedimento, exige-se certa preparação. Em peles mais morenas, recomenda-se o uso de cremes clareadores para reduzir a possibilidade de manchas. O tratamento é considerado mais difícil de obter resultado na pele negra. Antes da sessão também deve-se interromper o uso de depilatórios que arranquem os pelos, cremes com ácido (cinco dias antes e após), e não se deve estar com a pele bronzeada. Depois da depilação é muito importante protegê-la do sol, não expondo a região depilada por até 72 horas e usando protetor solar continuamente. 

O tratamento possui duas maneiras de aplicação: com luz intensa pulsada ou laser direto. Veja as diferenças:

- Photoderm (LID): é a utilização da luz pulsada. Sua aplicação é recomendada para pessoas que tenham pele clara e pelos escuros. Se for usado em pessoas de pele morena ou negra, ele pode causar manchas e os pelos claros podem não apresentar o resultado esperado.

- Epilaser (Laser de Rubi): sua eficácia também é comprovada na eliminação de pelos. Porém, deve-se tomar os mesmos cuidados do Photoderm, ou seja, só pode ser aplicado em peles claras e pelos escuros.

- Light Sheer (Laser Diodo): esse é o laser ideal para o tratamento de pessoas de pele morena, negra e até bronzeada. Isso porque ele apresenta um mecanismo que refrigera a pele que protege a área em volta do tecido, direcionando a energia para a raiz do pelo. 


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Mais sobre:

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."